You are currently browsing the category archive for the ‘Ribeirão Preto – SP’ category.

Há tantos restaurantes e outras opções bacanas abrindo em Ribeirão que me impressiono com a carência que ainda há quando procuramos por uma boa cantina italiana. Claro, estou desconsiderando aqui restaurantes mais requintados que têm também a comida italiana como base, exemplos de Tulio Santini e Amici. Também conseguimos encontrar boa comida italiana em restaurantes de cardápio variado, como Duets, Napoleon, entre outros. Mas uma cantina mais típica italiana, com ambiente descontraído, com comida boa e farta, sem preços exagerados, só considero existir uma opção relevante na cidade: a Tratoria Zio Totó.

Você poderia até me dizer que tem também a Trattoria Boulevard, mas… Urrghh!!! Só de me lembrar já me dá enjôo… Pode ser tema de um outro post mas a Boulevard não é lugar de quem gosta de comer bem!

No Zio Tottó, a preços honestos, come-se muito bem. Já comi um pouco de tudo lá, mas destaco os filés e as lasanhas. Outro dia com a família comi a lasanha com molho fungi. Huumm, verdadeira perdição! Sabe quando ela desmancha de tanto molho… Dá água na boca só de lembrar… Olha a foto precária ai em baixo que eu tirei do meu celular e vai entender…

Os filés são muito bem servidos e há várias opções ótimas. Gosto bastante do filé com molho de fungi secchi e talharim gratinados com queijo mussarela. Delícia! Tem também um que é com pesto de rúcula, tomate seco e mussarela de búfala. Outra ótima pedida.

Amigo, outra coisa. Se não estiverem assim tão famintos ou exagerarem nos pãezinhos com patês e manteiga que eles servem gratuitamente como entradas, pode pedir um meio filé que alimentará a contento você e sua companheira.

Tratoria Zio Totó
Av. Antônio Diederichsen, 728
Telefone: (16) 3623 0419

Anúncios

Não é difícil tomar um bom café espresso em Ribeirão. Há várias lugares onde se encontra um espresso gostoso, tirado como se deve, com corpo e sabor. A questão é que nem sempre eles são encontrados nos lugares mais óbvios… O café da conveniência Hungry Tiger, por exemplo, ali no posto Esso da Avenida Pres. Vargas (ao lado na Churrascaria Ribeirão), é um exemplo de ótimo espresso que talvez não se esperasse encontrar ali.
Agora, descobri neste último mês o melhor espresso da cidade. Eu o encontrei no Tower Café, a cafeteria que fica dentro do edifício Ribeirão Office Tower, que por sua vez fica em frente ao Ribeirão Shopping, ao lado do Hotel Ibis.
O café é uma delícia, com um ótimo aroma. Com sabores adocicados e uma suavidade ímpar, o sabor se prolonga na boca sem amargor. Tudo isso sem perder a personalidade e a intesidade que todo bom espresso necessita.
Vá lá e confira você também!

Estive na semana passada no japonês Kobushi e quero recomendá-lo. Para quem, como eu, não agüenta mais comer sushis de salmão, kani e pepino, lá eles têm dois combinados com o nome da casa que vêm repletos de sushis diferentes e originais. Vêm bem variado em peixes e frutos do mar, (salmão, atum, polvo, camarão, e etc.), todos muito frescos, em receitas criativas nas mais variadas apresentações e técnicas dessa cozinha oriental. Há, por exemplo, sushis com ovas e os hots (aqueles empanados e fritos).
Pedi a opção menor das duas disponíveis. Custa R$ 70 e serve bem de 3 a 4 pessoas. O atendimento é bacana e uma boa negociada com o garçom pode até render algumas “peças” a mais na tábua do combinado…
Kobushi Restaurante
Av. Senador César Vergueiro, 780
Fone: (16) 3916-2873

Neste carnaval em casa e com chuva, confesso que liberei geral a minha gula. Nada de preocupações com calorias. A regra foi gozar das delícias da gastronomia, estivesse
ela enquadrada em qualquer nível da hierarquia gatronômica

Assim sendo, resolvi no domingo de noite matar minha vontade daquele sandubão do grande, com maionese e tudo mais que se tem direito, e fui conhecer o Gordão Lanches.

Chegando ao local me surprendi com o conforto e aparência do local. Muito bacana, estilo das lanchonetes americanas, até hoje só tinha visto lugares parecidos em São Paulo, que tem várias lanchonetes assim, uma melhor que a outra…

O cardápio é bastante extenso e variado. Tem desde sanduíches vegetarianos aos com pão ciabata ou sírio. Há uma vasta opção dos tradicionais hamburgueres que podem ser de picanha, carneiro, avestruz, entre outros.

Comi um de avestruz (não aguentei a curiosidade…) com queijo, salada e bacon. Acho que errei no bacon pois seu gosto forte dificultou que eu sentisse bem o gosto do hamburguer… Pelo menos o bacon tava muito bem feitinho, sequinho. Já o hamburguer tava ruim. Não pelo gosto, que era interessante, mas chegou muito passado, nada tenro. Desculpem mas carne tem que ser ao ponto, com sulcos preservados. É isso que dá sabor!

Junto ao lanche o garçom traz as bisnagas de molho. Daquelas que se não me engano, são proibidas, porém, uma delícia… As do Gordão vem com data de fabricação. Pelo menos todas estavam com datas do dia, espero que datas verdadeiras… O catchup era muito bom. Senti como uma cópia perfeita do Heinz. Palmas pro Gordão que copiou certinho!!! Rs… Tem também uma maionese com ervas. Muito gostosa!

O ponto alto achei as batatinhas fritas. Podem vir acompanhadas de várias coberturas e a escolha nossa foi o queijo parmesão. Sem miséria, este veio como uma montanha cobrindo pobres criaturas soterradas. Hehe… Sabe batatinhas daquelas mais grossinhas, bem crocantes? Pois bem, uma delícia! Imaginem as batatas do McDonald’s… Imaginou? Então, as fritas lá no Gordão são o oposto! Agora, se preferes o padrão “Made in USA”, é melhor deixar pra lá…


Há várias opções de sobremesas. Desde wraps de pão sírio com recheios doces, a tortas e milk shakes, esse último, com várias opções de cobertura e acompanhaento. Eu já estava bem satisfeito, mas mesmo assim pedi um colegial com duas bolas, calda e cereja para arrematar… Ou seja, saí de lá com estômago e conciência pesadas… rs…

No geral gostei do Gordão, ainda que no quesito preço seja um pouco mais caro que as lanchonetes tradicionais da cidade.

Gordão Lanches
Av. Nove de Julho, nº 1549 Bairro Vila Seixas
Fones: 16-36369898 / 36369200

Ontem estive com minha esposa no Mousse Cake Café. A chuvinha que caía mais o fato de ser segunda-feira, quando praticamente todos os bons restaurantes estão fechados, nos fez escolher o Mousse para passar um bom final de tarde juntos e comemorar nosso aniversário de casamento.

Como sempre acontece comemos muito bem. É incrível o padrão de qualidade que o Mousse oferece. Mesmo que um prato não seja surpreendente, tudo é bom, bonito e gostoso.

O legal é que mesmo não sendo um local barato para os padrões da cidade, as porções são muito bem servidas. Dá pra dividir com o parceiro tranquilamente e ainda pedir um monte de coisas diferentes para experimentar.


Comi um sanduíche de rosbife, queijo maasdan, rúcula e tomate. Uma delícia. Tão bom como o de linguiça que eu já tinha comido por lá.

Comi também uma torta de bacalhau. Com massa-podre tipo empada, chegou bem quentinha, gostosa, mas sem surpreender. Esperava um pouco mais.

Para finalizar tomei um ótimo café espresso tirado na máquina high-tec que tem lá e que eu acho o máximo pelas suas luzes e letreiro digital. Acompanhando, um pedaço de bolo de nozes que estava divino. As nozes presentes também na massa super leve e os cremes muito saborosos. Uma textura e sabor incríveis. Pedi um pedacinho pra experimentar da minha esposa e acabei comendo quase que a farta fatia inteira. E olha que quem me conhece sabe eu não gosto de nozes…

Mousse Cake Café
Pça Boa Ventura Ferreira da Rosa (na Av. Itatiaia), 242
Fone: (16) 3623.2234
Rua João Penteado, 1481
Fone: (16) 3931.4538

Já falei aqui da Cantina 605 mas não posso deixar de comentar aqui que estive lá novamente neste último fim de semana e experimentei um prato saborosíssimo, talvez o melhor que eu já comi lá.

Seguindo uma das indicações do cardápio (especalidades da casa), pedi um Leitão a Mineira (acho que é este o nome). MA-RA-VI-LHO-SO! Carne suculenta e sequinha, com pele pururuca. Couve passadinha na hora, no ponto. Um tutu de feijão divino, com uma pimentinha no ponto certo.

Meu amigo, se não experimentou ainda, corre pra lá agora!

Quinta-feira passada rolou uma espécie de teste-pré-inauguração do novo restaurante japonês de Ribeirão, o Ie. Tendo como um dos sócios meu chará e amigo Daniel “Tonelada” Nogueira, não pude recusar o convite dele para estar presente ao evento.

O lugar impressionou a todos. As mesas são distribuídas em uma área ampla, parecendo um jardim japonês. Segundo me explicou o arquiteto responsável por conceber o local, a idéia é que cada mesa esteja posta como se estivesse em um ambiente restrito. Ficou muito aconchegante. Tem lago, muitas plantas, iluminação indireta, mesas e cadeiras rústicas. Tem também um bar com cadeiras altas, ou seja, muito legal!

[Fotos de celular: vistas da minha mesa]

Achei o restaurante ideal para os dias quentes da nossa cidade, que casado com a comida típica japonesa, com certeza fará imenso sucesso. Acho que o único ponto complicado será os dias de chuva. É bastante excasso o número de mesas em ambiente coberto. Ai já viu. Dá uma chuvinha a mulherada já corre de medo do estrago em suas escovas e chapinhas! Hehe…
Com relação a comida não quero fazer maiores comentários pois o serviço estava um tanto confuso (como disse foi um dia reservado aos amigos, apenas para teste) e não deu para comer direito não… Deu para perceber o frescor dos ingredientes, o que acho já ser um enorme começo para um restaurante que serve em sua maioria peixes crus. Comi um sashimi de um peixe branco que foi algo impressionate. Muito fresco e saboroso. Mas bem, com certeza vou voltar lá após a inauguração oficial e comento aqui no blog o que achei da comida, ok?

[Foto da entrada]

Ie Lestoran Japonês
Av. José Adolfo Bianco Molina, 2115.

Terça-feira fui almoçar na Bella Sicilia. A BS, que é uma mistura de rotisserie e cantina, sempre foi uma opção de custo x benefício excelente para o almoço, massa bem feita com antespastos e sobremesa, tudo por menos de R$ 15. Mas confesso que desta vez fiquei um tanto decepcionado. Os antespastos italianos, ok, tudo ótimo. Fartura e sabor. Mas as massas estavam abaixo da média. No raviole de carne que pedi praticamente não se via qualquer recheio. Minha esposa pediu uma lasanha com carne moída… Havia pedaços de cenoura dentro, estranho…. Enfim, também não estava boa.

Foi uma pena, a experiência lá sempre foi bem melhor.

De qualquer forma acho que vou voltar. Como os molhos são bem gostosos, da próxima vez vou optar por massa sem recheio…

Ciau!

Bella Sicilia
Av. Independência, 294 – Centro
Fone: 3610 746 6

No último domingo estive na Cantina 605, no centro de Ribeirão. Para mim este restaurante sempre traz ótimas recordações, pois quando criança, sempre que eu, meus pais e irmãs estávamos em Ribeirão, íamos almoçar lá.

Quando chequei com minha mulher e filha, encontrei o local lotado, com alguma espera por mesas. Daí já vem o primeiro ponto positivo, mesmo estando uma “loucura” de gente, o atendimento foi atencioso e bastante eficaz. Os garçons lá são dos bons, a maioria antiga de casa, e especialmente o que me atendeu (que infelizmente não sei o nome), ele é sempre ótimo.
Sempre que vou lá costumo pedir carne bovina, churrasco no espeto ou filés. Não tem erro. A proposta lá não é a da sofisticação, mas a comida é sempre uma delícia, muito bem feita e com ótimo sabor.

Aliás, na 605 a entrada é sempre especial. A tradicional batatonese é imbatível, difícil parar de comer! Fico comendo e tentando descobrir como é feita. Tem um toque de manteiga com certeza… Se alguém já conseguiu fazer igual, por favor, mande a receita!

Outro ponto positivo na 605 são os preços, mais que justos. E se você já não está com aquela fome de leão depois da batatonese e dois pãezinhos da entrada, peça meio prato. Dá pra duas pessoas ficarem satisfeitas!

Áh, uma ótima pedida lá também é a feijoada servida em cumbuca, às quartas e sábados. É muito saborosa! Agora, pra comer feijoada tem que chegar cedo ou ligar reservando, pois a procura é sempre maior que a quantidade preparada.

Cantina 605
R. Amador Bueno, 563 – Centro
Fone: 3610 2446

Na última quarta-feira, dia 28/11, estive no Le Petit Bistrot (comandado pela Chef Priscila) em uma noite dedicada a conhecer um puco sobre as ervas na gastronomia, além de poder apreciar pratos que tinham, claro, as ervas na sua composição.

O ambiente extremamente agradável e o atendimento cortez e atencioso proporcionaram uma expectativa bastante positiva para o que se seguiria.

Após entrada com paes, queijos e um delicioso azeite aromatizado com ervas, uma pausa para a palestra dedicada as estrelas da noite: as ervas. Foi até interessante… Poderia ter sio mais curto um pouco.

Como entrada pedi a salada de frutos do mar com sálvia, alecrim e tomilho limão. Leve e aromático, foi o ponto alto da noite na minha opinião.

Como prato principal, optei pelo confit de pato com geléia de alecrim e noisettes. Acho que se o pato estivesse temperado com um pouquinho mais de personalidade, faria uma parceria mais interessante com a geléia de alecrim, que era bem gostosa. As noistettes estavam crocantes por fora e macias por dentro, perfeitas.

[Prato principal: confit de pato (já garfado…) em foto de celular]

Para a sobremesa escolhi provar o creme brulée com capim santo. Este eu prefiro esquecer…

Áh, esta foi a segunda vez que fui lá e a segunda vez que saio com vontade de voltar. O Le Petit com certeza é uma das melhores opções em Ribeirão.

Le Petit Bistrot: http://www.lepetitbistrot.com.br/

Twitter

+ blogs