You are currently browsing the category archive for the ‘Mito ou realidade?’ category.

Na semana passada passei rapidamente pela simpática cidade de Aracaju, no Sergipe, a trabalho. Apesar do tempo restrito, pude conferir alguma coisa da gastronomia local.

Passando em frente ao Cariri, resolvi provar do famoso caranguejo local. Tive uma desastrosa experiência lidando com o exoesqueleto de dois caranguejos feiosos, magrelos e nada apetitosos. Não gosto nem de lembrar…

IMG018

O martelo e os destroços do caranguejo…

IMG020

É muito belo o teto do Cariri. Trabalho com tecidos estampados, um charme!

Tive uma muito melhor experiência no almoço. Comi um prato a base de camarões bem agradável no República dos Camarões. Prato com camarões tenros, molho a base de vinho branco e acompanhamento de arroz branco e purê de batatas. Acrescido de uma latinha de refrigerante, minha conta ficou em R$ 24,00.

Mas essas duas refeições não foram programadas e ocorreram por oportunidade. Programei mesmo uma visita ao O Miguel, restaurante já há muitos anos com uma estrela do Guia 4 Rodas. Objetivo: a carne de sol (R$ 24,00 meia porção), recomendada pelo Guia que, em nota, afirma nem ser necessário consultar o cardápio.

Mito ou realidade?

Mito. Bem, o que ocorreu foi que comi uma boa carne, servida em ótimo ponto. Só que os acompanhamentos eram muito fraquinhos. Tirando, talvez, o pirão de leite, que estava gostosinho, o resto não estava à altura da carne (arroz, vinagrete e farofa). Então me pergunto: se este é o principal prato da casa, entendo que muito desta “estrela” que o Guia lhes confere se deve a ele. Mas, uma boa carne de sol, com acompanhamentos fraquinhos, é o que basta para ter uma estrela do Guia? Já comi tantas coisas melhores em restaurantes sem estrela nenhuma…

IMG021

Observação: Fui no jantar. Eram umas 20:30 h. Somente uma mesa era ocupada. Apenas um cliente. Eu! Assim, não dá para avaliar o atendimento, que foi super personalizado!

O Miguel

Av. Antônio Alves, 340, Atalaia Velha

Fone: (79)3243-1444

Cariri

Av. Santos Dumont, S/N – Orla da Atalaia

Tel.:(79) 3243-1379

República dos Camarões

Av. Santos Dumont, S/N – Orla da Atalaia

Tel: (79) 3243-2989

Anúncios

img004

Esta semana pude experimentar o afamado refrigerante maranhense, Guaraná Jesus. Sabendo que ele estava disponível no restaurante em que eu almoçava, não pude deixar de provar este refrigerante que é de grande orgulho do povo do Maranhão. A estória que ouço é que a engarrafadora local da Coca-Cola comprou a marca depois de desistir de tentar competir com ele.

Mito ou Realidade?

Realidade! Eu gostei bastante. É realmente diferente. O sabor que se pronuncia é de especiarias, principalmente canela. Fica um gostinho bem gostoso na boca. Sabor de guaraná quase não se nota. Deve até dar para harmonizar bacana com pratos asiáticos, marroquinos…. Imagino que, pela cor (rosa-choque!) e sabor, é ótimo para fazer drinques também. O slogan também é ótimo: “O Sonho Cor-de-Rosa”! Kkk…

Acho que poderiam comercializá-lo aqui mais ao sul também. Eu compraria sempre, mesmo preferindo os menos-doces, light. Minha filha iria adorar a cor rosa dele. Hehe…

E você, já experimentou o Guaraná Jesus? O que achou???

Descobri que bem perto do meu trabalho conseguiria àquele que foi considerado pela Veja Rio em 2007 o melhor salgado da cidade. O campeão daquele ano foi o croquete do Pavelka – Deli 43 , loja-restaurante especializada em embutidos e defumados. Quem não gosta de croquete??? Como não sou bobo nem nada, dias desses fui até lá provar do quitute… Seria o croquete realidade ou mais um mito gastronômico?

Mito ou realidade?

Realidade. O croquete é mesmo uma delícia. É servido quentinho, crocante por fora e cremoso por dentro. É difícil comer um só. Fica aquela vontade de voltar mais vezes. Preço: R$ 3,90 cada.

img0131

Aproveitando a visita fiz meu almoço por lá. Pedi um prato de salsicha branca (R$ 6,50) com salada de batatas (R$ 4,90). A salsicha, muita saborosa chegou já um tanto fria na minha mesa. A salada com as batas em lascas, sem maionese, estava fresquinha com toque de ervas bem delicado. Uma opção interessante para variar o cardápio pelos lados do centro da cidade. Fica a dica.

img0141

Pavelka – Deli 43
Rua Gonçalves Dias, 43, Centro
Tel.: 2222-1163
Rua João Lira, 97B, Leblon
Tel.: 2294-1745

Acho que isso já aconteceu com todo mundo… Sabe quando você foi naquele lugar super famoso ou comeu aquele prato mais que idolatrado, cheio de expectativas, mas após provar ficou decepcionado? Sabe quando depois de comer ficou pensando que não era tudo aquilo que haviam comentado?

Pois é, acho que todo mundo já passou por isso alguma vez. A verdade é que o mundo da gastronomia está repleto de mitos. Podemos discutir longamente aqui porque eles surgem. Marketing? Na maioria das vezes. Mas acho também que às vezes se deve ao emocional do comensal naquele momento. Um prato ou produto degustado em um momento pessoalmente especial, de felicidade, de emoção (e ai a questão do local entra influenciando diretamente, explicando um pouco das casas-mitos) tende a ficar mais prazeroso, mais gostoso… Daí esta opinião acaba de alguma forma se espalhando, ganhando corpo, fazendo nascer assim mais um mito da gastronomia.

E devo ressaltar que esses mitos estão longe de serem exclusivos da chamada “alta gastronomia”, atingem todas as classes gastronômicas! Por exemplo, o sanduíche de mortadela do Mercado Municipal de São Paulo. Em minha opinião, puro mito. Um monte de mortadela dentro de um pão francês, contrariando qualquer princípio de equilíbrio e proporção entre sabores, faz a gente só sentir gosto de mortadela e nem se lembrar que tem um pão em volta. Seria muito mais gostoso se fosse servido com menor quantidade de mortadela, pra sentir o gostinho do pão também… Você não acha???

Pois bem, com base nessa constatação, agora procurarei em meus posts desvendar esses mitos da gastronomia. Os tiozinhos do Fantástico que se cuidem! Kkkk… De agora em diante, sempre que eu estiver me referindo no blog a um prato, produto ou local que seja famoso, vangloriado ou algo do tipo, estarei exprimindo a minha mais direta opinião sobre ele: é mito ou realidade?

Twitter

+ blogs